domingo, 25 de setembro de 2016

O que estamos vendo é um ataque ao SUS em duas frentes: 


















Primeiro passo diminuir os repasses e, portanto cortando recursos ao SUS.
Segundo passo e a criação de planos de saúde ditos acessíveis.
Segundo o Ministro da Saúde Ricardo Barros, o intuito é a criação de planos de baixo custo que impactarão na redução do investimento do SUS.
O interessante é que em sua ultima eleição o senhor Elon Gomes de Almeida , sócio do grupo Aliança administradores de Benefícios de saúde foi o maior doador de sua campanha. 
Como o governo pretende executar essas mudanças. Primeiramente por meio do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que estabelece as metas e prioridades para o exercício financeiro seguinte; orienta a elaboração do Orçamento; dispõe sobre alteração na legislação tributária; estabelece a política de aplicação das agências financeiras de fomento. 
No caso da (PLDO) de 2017 o objetivo é estabelecer um teto de gastos governamentais com a saúde e educação, desvinculando assim a obrigatoriedade constitucional da taxação sobre o PIB.  Atualmente, a União é obrigada a aplicar na saúde ao menos o mesmo valor do ano anterior mais o percentual de variação do PIB (Produto Interno Bruto). Estados e municípios precisam investir 12% e 15%, respectivamente. Na educação, o governo federal deve gastar 18% do arrecadado e as outras esferas, 25%.
O presidente Michel Temer defendeu publicamente o fim dessa regra., porém isso é inconstitucional visto que para essas mudanças seria necessário uma PEC.




















A Outra proposta seria  a PEC 241/2016..

O governo interino do presidente Michel Temer tem promovido um ataque sistemático aos direitos sociais previstos na Constituição de 1988. A apresentação da PEC 241/2016, que estabelece um novo regime fiscal para gastos com saúde e educação, soma-se dão força às declarações do ministro interino Ricardo Barros, que disse “ser preciso repensar o tamanho do Sistema Único de Saúde (SUS). 
A proposta em tramitação, segundo o consultor da Comissão Intersetorial de Orçamento e Financiamento do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Francisco Funcia, é um atentado à saúde pública brasileira. Se aprovada, implicará na limitação dos gastos com o setor que mais necessita de aplicação de recursos: a saúde. “Com essa proposta, o teto para as despesas primárias passa a vigorar estabelecendo o limite de gastos baseados pela inflação do ano anterior e não mais pela sua receita. Isso significa que Estados e Municípios não poderão ultrapassar os valores já estipulados”,  
 O perigo ao subfinanciamento do SUS pode ser medido pela perda estimada de R$ 4,09 bilhões já em 2017. Esta perda, segundo cálculos realizados com base no relatório Focus-Bacen de estimativa de receita para 2016, chega a R$ 8,63 bilhões em 2018. Para Ronald Santos, presidente do CNS, o governo interino anda na contramão da realidade brasileira. “No momento em que lutamos para conseguir mais recursos ao SUS, nos deparamos com o retrocesso desta proposta. É inadmissível.
 A PEC 241 terá validade de 20 anos, com possibilidade de revisão em 10 anos. Um dos maiores retrocessos da proposta é que os investimentos não mais estarão atrelados ao Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, como ocorre hoje. Ao estipular um teto de gastos com base no investimento realizado no ano anterior, neste caso o ano de 2016, o governo interino livra-se da desvinculação de receita, podendo obter superávit primário para pagamento dos juros da dívida pública, despesa essa que não teve um teto estabelecido para os próximos anos.
Por esses motivos, o CNS repudia com veemência a PEC 241 por representar um atentado à seguridade e, principalmente, ao SUS.
Apresentada pelo governo interino por meio do Ministério da Fazenda, a PEC 241 limitará os gastos públicos federais. Pela proposta, o aumento das despesas da União, incluídos os Poderes Legislativo e Judiciário, não poderá ser maior que a inflação do ano anterior. Se for aprovado pelos parlamentares, o novo regime fiscal já entra em vigor no próximo ano.
No o texto apresentado, valores mínimos dos gastos com saúde e educação da União passarão a ser corrigidos pela inflação do ano anterior, e não mais pela receita. O Congresso Nacional, no entanto, poderá decidir onde alocar os recursos, respeitando tais valores mínimos, que serão um piso.

Tramitação

 A PEC será analisada, em primeiro lugar, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara quanto à admissibilidade. Se aprovada, será examinada por uma comissão especial e, depois, pelo Plenário, para votação em dois turnos. Caso seja aprovada pelos deputados, a proposta seguirá para apreciação do Senado
Por fim, Uma carta aberta publicada por instituições ligadas ao setor estima em até R$ 80 bilhões o valor que o sistema público deve perder anualmente caso a proposta seja aprovada – e levada a cabo. 


REFORMA DO ENSINO MÉDIO
Antes tarde do que nunca



A muito o Brasil vem se rastejando e agonizando quando o assunto é a educação básica do país.

Brasil ocupa 60ª posição em ranking de educação em lista com 76 países
Em primeiro lugar está Cingapura, seguido de Hon Kong e Coreia do Sul.
Na última posição do rankig está Gana.

Essa é uma triste reportagem apresentada pelo G1, e mostra o que o Brasil se tornou quando o assunto é sua formação, isso explica os péssimos profissionais que temos no ,mercado, a falta de qualificação e de técnica nas áreas da saúde, engenharia, e educação são exemplos de que estamos andando para trás.
Numa era digital e de globalização onde a interatividade cibernética e computadorizada é quem manda, o Brasil ainda ensina seus alunos em escolas com paredes de barros, com salas alagadas, sem merendas, com lousas de cimento ou madeiras e o famoso giz,  e repletas de alunos desinteressados, pois devem deixar seus Smartphones e Tablet de lado e voltar a idade da pedra, se fechando em uma caverna de quatro paredes e um professor que ganha mal e não tem motivação alguma para dar aulas.

O Brasil apresenta uma posição vergonhosa quando o assunto é educação, e não somos exemplo para nenhum país do mundo, temos quase a mesma base de países arrasados pelas guerras e a pobreza.

Muitos jornalistas, assim como deputados e senadores estão criticando a MP “Medida Provisória” que apesar de já está em vigor, ainda depende da aprovação do senado federal em 120 dias.

A reforma sim é necessária e urgente, apesar de ainda precisar melhorar muito, já é um primeiro passo muito importante para a nova geração que comandará o país, esses jovens estarão mais preparados e mais qualificados profissionalmente e psicologicamente, pois entre algumas melhorias está o aumento das horas anuais que passa de 800 horas para 1400, isso tornará o aluno mais rico em conteúdo além de fazê-lo permanecer mais tempo nas escolas, evitando assim a possibilidade de estarem expostos nas ruas e automaticamente a drogas, álcool e vadiagem.
O fato das disciplinas obrigatórias serem: Português, Matemática e Inglês, e as demais matérias serem direcionadas ao estudo de interesse dos alunos, é um grande avanço, pois da a possiblidade de escolha aos alunos para um área de interesse que o motivará a permanecer nas salas de aula, afinal não tem muito sentido um aluno que se interessa por contabilidade ter que passar todo um ano estudando história, isso é perda de tempo e de interesse, e com os interesses focados, tornarão os alunos mais profissionais e qualificados, além de técnicos.
A possibilidade ainda de os alunos terem formação técnica especializadas nas áreas de seu interesse é um grande ganho para o mercado e trabalho e para o futuro do próprio aluno, pois as escolas deixarão de cuspir nas ruas alunos incapacitados mentalmente e profissionalmente, e estarão abrindo as portas para profissionais preparados para o mercado.

Segue uma tabela abaixo, informativa para melhor explicar o antes e o depois:




































Fonte: G1.com

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Mais um ex-ministro da era PT é preso.



Vamos fazer uma conta rápida.
2 ministros, 1 fazenda 1 casa civil
3 marketeiros
2 tesoureiros
1 melhor amigo
Alguns dirigentes da cúpula do partido.
1 presidente Impichada
1 ex-presidente réu
Alguns senadores 
Alguns deputados
Alguns ministros
Alguns aliados
Alguns filhos
Algumas empreiteiras
E se formos continuar aqui citando o tanto de pessoas que rodeiam o PT e o ex presidente Lula e que estão até o pescoço atolado na lama da corrupção ficaremos por algumas dezenas de páginas escrevendo.
Guido Mantega, ex-primeiro homem de confiança do Lula e Dilma, o grande ministro da fazenda foi preso pela polícia federal e levado até Curitiba para depor. Segundo a Mônica moura, esposa do marqueteiro preso do PT João Santana, ela declarou que o ex-ministro levava malas de dinheiro para que a corrupção acontecesse.
Poderia ficar aqui falando mais sobre o Mantega ou sobre a denúncia da Mônica Moura, mas todos os tabloides estão noticiando essa reportagem, porém o que me chamou a atenção é o fato de ter ouvido duas jornalistas em rádios diferentes criticando a operação da polícia federal, segundo elas essa ação não era necessário, pelo fato do Mantega está no hospital Albert Einstein acompanhando sua esposa que fazia um procedimento cirúrgico, e que havia deixado seu filho “de menos” em casa.
Fico me perguntando onde essas duas jornalistas e a outros tantos que devem ainda criticar essa ação, onde estavam quando o senhor Guido Mantega estava no poder aumentando os juros ao máximo no Brasil, quando estava carregando suas maletas de dinheiro sujo e corrompendo e afundando a Petrobrás?
Onde estavam essas senhoras quando a população sofria para fazer compras em um supermercado, quando seus nomes foram negativados por que não aguentaram mais pagar suas dívidas.
E agora essas senhoras vem questionar um órgão como  a polícia federal que com certeza conhece de leis, com certeza tinha o aval de um mandato expedido por um juiz, então essa ação tinha o respaldo da lei, e sabendo que com certeza essa prisão se tratando de uma pessoa tão em evidência como um ex-ministro iria causar um tumulto na sociedade.
A instituição da polícia federal assim como a lava-jato não fariam uma ação desta atoa, sem que tivessem base para tal ação.
O que essas mulheres queriam? Que o ex-ministro sujo e corrupto segundo a polícia federal e a depoente Mônica Moura, aguardasse sua digníssima esposa sair do hospital, Hospital este entre os mais caros do país e que está sendo pago com o meu e o seu dinheiro, ou que fosse ainda cuidar de seu filhinho de menor que com certeza não estaria sozinho, alguns empregados e seguranças devem está fazendo companhia para ele em sua mansão.
Então um recado para essa senhoras ”Lugar de corrupto e ladrão é na cadeia, independente se for ministro ou ex ministro, se for ladrão de banco ou de galinha” a lei é para todos.


O DIA DO CAÇADOR





Será desta vez que o líder da corrupção no Brasil irá pagar pelo rombo que deixou nos cofres públicos, pela quase falência da Petrobrás e por sua vez as milhares de pessoas desempregadas, outras tantas morrendo em filas de hospitais, outras ainda com uma educação de péssima qualidade, sem moradia, sem segurança e dezenas de outras coisas.
O governo comunista do PT se preocupava apenas com a estabilidade no poder, com os bolsos cheios do dinheiro sujo de sangue dos trabalhadores brasileiros, e com o sustento de organizações de guerrilha como o MST e outros.
A corrupção deste bandido chamado LULA, está prestes a acabar, a sujeira que por tanto tempo esteve escondida embaixo do tapete está começando a vazar, talvez pelo fato da quantidade de sujeira que ali foi depositada e já o tapete começou a ficar pequeno para cobrir a podridão desta quadrilha criminosa chamada PT.
Após os procuradores da justiça denunciarem o ex presidente Lula, o Juiz Sérgio Mouro aceita a denúncia e por fim torna o Lula réu da Lava-Jato.
Ele agora irá enfrentar seu maior medo que é a república de Curitiba.
O povo brasileiro espera ansioso para ver o dia em que o Lula seguirá para o presídio, lugar onde deveria já está desde a época do mensalão onde era o arquiteto também deste crime.
O que nos resta infelizmente é esperar. Esperar pela justiça, esperar pelo dia em que a voz do povo nas ruas finalmente fora ouvidas e respeitadas, e que todas essas prisões sirvam de exemplo para quem está no poder e para os que ainda irão entrar, para que saibam que o povo brasileiro se cansou de ser representados de forma fictícia por um grupo “selecionado” de ladrões corruptos e assassinos. 


segunda-feira, 19 de setembro de 2016



A VERDADE SOBRE REFORMA TRABALHISTA


Segundo o ministro do trabalho Ronaldo Nogueira, “ o objetivo da reforma é prestigiar às negociações coletivas”.

Na prática os acordos entre às organizações patronais e os sindicatos terão força de lei e poderão prevalecer sobre as regras da C.L.T. Podendo ser tema de discussão, os salários e a jornada de trabalho.

Temos que ressaltar que as decisões entre as entidades descritas, nunca poderão vir de encontro com as determinações da Constituição federal e as previstas nas convenções da organização internacional do trabalho. (O.I.T)

Nós vivenciamos na prática algumas medidas que servirão como um teste para a reforma. A P.P.E ( Programa de proteção ao Emprego), que teve como objetivo, ou melhor justificativa , evitar demissões em massa, em decorrência da crise econômica que vivenciamos. 

A P.P.E  permite a redução da jornada de trabalho em ate 30% e a consequente redução do salario. Entretanto nesse caso o corte real sobre o salário foi de 15%, visto que os outros 15 % foram subsidiados pelo Governo Federal, usando para isso o Fundo de Amparo ao Trabalhador. (F.A.T).


O que temos que ressaltar é que se aprovada a Reforma e a flexibilização das regras da CLT, ficando desse modo a jornada de trabalho e salários temas de discussão. Não haverá o subsidio do governo. Significando que se ocorrer um acordo entre empregador e sindicato, o empregador poderá reduzir os salários e a jornada. E pior, sofreremos a redução proporcional do valor que depositado no FGTS, valor das férias, 13º salario e outros benefícios vinculados.

Também há uma proposta de limitar a jornada de trabalho em 48 horas semanais (44 regulares e 4 horas extras), com um teto de 12 horas diárias. O trabalhador poderá trabalhar até 12 horas por dia, não podendo ultrapassar às 48 horas semanais. 



terça-feira, 13 de setembro de 2016

ADEUS AO MANIPULADOR CORRUPTO DA REPÚBLICA




E a faxina continua, Eduardo Cunha é a mais nova figura corrupta da república a cair, o povo brasileiro tem que continuar a pressionar o congresso, as prefeituras e todos os representantes para que não mais a figura do Brasil seja sinônimo de corrupção.
Um país como o Brasil que tem um povo guerreiro e trabalhador não pode tolerar ser representado por um poder fétido e podre.
Uma reforma tem que ser feita em quem nos representa, e essa reforma tem que começar com a pressão das ruas, com a consciência do povo.
Eduardo Cunha caiu, e muitos outros ainda precisam ser tirados do poder, ser varridos dos cofres públicos e da vida pública, precisam ser investigados e presos.
O povo tem a força e deve continuar essa luta incansável até sermos um país modelo em combate a corrupção.
 

terça-feira, 6 de setembro de 2016



A DEMOCRACIA CRETINA


O que se dizer de um grupo que veste máscaras para protestar pelo que chamam de democracia?
Essa democracia que pregam, onde vandalizam tudo o que encontram pela frente, destroem faixadas de prédios públicos ou privados, interrompem um ato pacifico de protesto, fazem ato de guerrilha, e enfrentam a polícia como se fosse uma força paralela no país.
Esses que se dizem estudantes, que lutam por uma causa aparentemente justa e que de justa nada tem, pois não passam de bandidos arruaceiros, baderneiros, vândalos, pichadores, e covardes.
Não tem coragem de mostrar a cara, se escondem da população, da imprensa, da família e amigos para que ninguém os reconheça.
Parece que estamos de volta ao velho oeste, onde os vilões de mascaravam para assaltar os bancos.
Pois aqui não é diferente, os mascarados assaltam a moral, assaltam o objetivo de um protesto que é a reinvindicação de algo que muitos acreditam, eles sim, assaltam a democracia.
Pois só uma palavra tenho a esses arruaceiros “Repressão”, eles precisam saber que este país está se reerguendo, quer eles concordem ou não, o Brasil vai ser limpo da corrupção e do descaso, vai ser limpo dos mal caráter que os governam.

Chegou a hora de enfrentarmos a mancha negra que a muito vem incentivando o assalto, a anarquia e a malandragem, e os corruptos e corruptores não mais terão vez.